Meu carnaval de amor



Vai e desce, 

Se despida dessa fantasia 

O carnaval já passou 



Na realidade você se cobra 

E a mascara vai a modificar 

É quarta-feira e as cinzas, se espalham na avenida 



Enquanto isso me prende, me promete voltar e ficar 

Mas a tua maturidade, 

Nós dois sabemos atrapalha toda e qualquer forma de amar. 



Vai e viva, 

Não precisa mais voltar 

O carnaval já passou, 

Minha fantasia rasgou, 

Estou esperando um outro bloco passar.


2 responses to Meu carnaval de amor

  1. @_carlabresa says:

    Nossa, que legal, parece música.
    Eu já estava aqui quase animando um ritmo pra cantar. Hahaha

    Amei o texto, o ritmo dele e a escolha das fotos. Amanhã as cinzas estarão na avenida.

    Um beijo

  2. Eu amo esse poema, talvez porque ele flui e se torna melodioso.

Postar um comentário